Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

IPPUC atende convocação da Câmara

Publicado em 15/05/2019 às 14:01 - Atualizado em 15/05/2019 às 14:01

Programa Revitalizar foi tema de Palavra Livre na sessão dessa terça-feira (14), na Câmara Municipal
Créditos: ASCOM/CMC Baixar Imagem

Atendendo a convocação do Poder Legislativo de Caçador, representantes do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Caçador (IPPUC), prestaram esclarecimentos sobre o Programa Revitalizar. O projeto de alterações viárias realizado na região da Vila Paraíso, Domingos Sorgatto e todo os eu entorno foi abordado pela presidente Karina Pompermayer e o engenheiro de tráfego, Guilherme Baú, durante Palavra Livre nessa terça-feira (14), no Plenário Osvaldo José Gomez.

                “Recebemos uma convocação da Câmara Municipal de Caçador para explicar o projeto das alterações viárias na referida área, alterações essas que fazem parte do Programa Revitalizar. Na oportunidade oferecemos explicações técnicas e recebemos sugestões dos vereadores, dentro do possível, podermos analisar e atender da melhor forma a população”, relata Karina.

                De acordo com a presidente do IPPUC, as alterações viárias não foram feitas pontualmente. “Elas participam do Programa Revitalizar, destinado à revitalização dos espaços públicos, edificações, ruas, entre outras áreas da cidade que precisavam de melhorias. Trata-se de um programa bem abrangente que vai além da recuperação de coisas estanques, pois as necessidades mudam com o tempo. E, conforme a necessidade e o olhar do IPPUC veremos a melhor forma de adequar tal espaço e servir a comunidade”, acrescenta.

                Segundo o engenheiro de tráfego, Guilherme Baú, os pontos críticos apontados pelos vereadores e a comunidade serão readequados, visando maior segurança na travessia. Ele informa que o estudo técnico foi realizado com auxílio de drones para melhor especificar a análise. “O grande propósito das mudanças, a exemplo da rua Domingos Sorgatto, baseia-se nos inúmeros acidentes na região, conforme dados fornecidos pela polícia, relatos de moradores e contribuintes, que fizeram a gente repensar o modelo para atender a todos”, justifica.

                “Agradecemos pelo pronto atendimento da solicitação para o debate acerca da nova proposta. Pois, percebemos sobre essa proposta, a insatisfação quando à limitação dos espaços de estacionamento, em especial dos pais de alunos nas áreas próximas as escolas de seus filhos. Queremos que Caçador cresça, mas queremos que as ações contemplem o interesse da população”, comenta a vereadora Cleony Figur (PSD). Ela ressalta ainda a dificuldade de acesso nas vias próximas às unidades de saúde e sugere a limitação de estacionamento nas vias onde necessário.

                Conforme o vereador Adriano Pares (DEM), as alterações viárias embelezaram a cidade, mas discorda de algumas modificações, a exemplo da Rua Padre Feijó. “Faltou um pouco de diálogo, não era levado a sério o que a gente falava aqui, sabemos que as mudanças devem acontecer, mas faltou essa conversa para tentar contentar todos os lados. Acredito que ainda isso seja possível”, destaca.

                Para o vereador Moacir D´Agostini (DEM), as faixas de pedestre estão inadequadas em maior parte das ruas de Caçador. “Cerca de 90% estão nas esquinas, por isso solicitamos que isso seja revisto. Além das passarelas, a exemplo do Sesi, para que se tenha maior segurança”, fundamenta.

                Ainda na oportunidade, o vereador Neri Vezaro (MDB) comentou sobre à Rua Guido Gabriel onde presenciou diversos acidentes. “Era difícil o acesso naquela via, muitas vezes foi preciso esperar mais de cinco minutos, a gente sabe que muitas melhorias foram feitas. No entanto, peço a vocês que estudem a viabilidade de instalar uma faixa elevada, já que muitas capivaras transitam ali e infelizmente alguns motoristas desrespeitam a velocidade e ocasionam acidentes”, relata.

                O vereador Ricardo Barbosa (PSDB) também comentou sobre a alteração na Domingos Sorgatto, questionando o estacionamento na localidade. Paulo Jarschel (MDB), chama a atenção sobre a necessidade de estacionamento destinado aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), sugerindo a criação de vagas aos idosos e cadeirantes.

                “Agradecemos a presença de vocês, contem com essa Casa para o que precisarem. Sabemos que querem fazer o melhor para Caçador também, mas ao escutar a comunidade o desgaste é menor. Vocês trabalharam tecnicamente, mas é importante ouvir as pessoas que vivem ali antes, para melhor adequar as necessidades em cada bairro”, finaliza o presidente da Casa Legislativa, Alcedir Ferlin (MDB).

                SAIBA MAIS: O pedido de informações está fundamentado na insatisfação popular em relação ao trânsito local e à falta de pronunciamento da Prefeitura de Caçador sobre o tema. Sendo assim, a Câmara Municipal aprovou o requerimento de autoria da vereadora Cleony Figur (PSD), apoiado pelos vereadores Adriano Pares (PSDB), Itacir Fiorese (PDT) e Rubiano Schmitz, solicitando esclarecimentos.

 


Galeria

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar