Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

Câmara celebra 40 anos de Justiça em Caçador

Publicado em 29/07/2019 às 13:43 - Atualizado em 29/07/2019 às 13:52

Solenidade apresentou dados relativos à aplicação da Justiça no Município e promoveu o reconhecimento da sociedade civil à Vara do Trabalho de Caçador
Créditos: ASCOM/CMC Baixar Imagem

Há 40 anos, a comunidade de Caçador e região conta com a Justiça do Trabalho mais próxima para fazer valer os seus direitos. A garantia de acesso aos direitos fundamentais dos cidadãos foi celebrada pela Câmara Municipal durante sessão solene realizada nessa sexta-feira (26), no Plenário Osvaldo José Gomez. Na oportunidade foi apresentada uma breve abordagem sobre a evolução da inicialmente denominada, Junta de Conciliação e Julgamento, hoje Vara do Trabalho, enfatizando as suas conquistas e recentes inovações.

Diversas autoridades prestigiaram a solenidade conduzida pelo presidente da Câmara Municipal de Caçador, Alcedir Ferlin. Participaram da mesa de honra o vice-prefeito de Caçador, Alencar Mendes; o corregedor regional e desembargador do Trabalho, Dr. José Ernesto Manzi, representando o Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região; Dr. Victório Ledra, juiz instalador da Vara do Trabalho de Caçador; Dr. Euclides Alcides Rocha, que já foi presidente da Junta de Conciliação e Julgamento; Dr. Etelvino Baron, juiz titular da Vara do Trabalho de Caçador; Dra. Terezinha Moliterno Garcia, cidadã honorária de Caçador, e Dra. Edianez Bortot Faoro, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/SC – Subseção de Caçador.

“Esta solenidade tem o condão de exteriorizar o reconhecimento do povo desta terra, pelos relevantes serviços prestados pela Vara do Trabalho, resultante de ação contínua, competente e dedicada que, ao longo desse tempo, tem e vem prestando à comunidade caçadorense serviços de qualidade, assegurando direitos fundamentais e tornando nossa cidade um lugar melhor para se viver. Temos certeza de que a Justiça do Trabalho continuará respondendo de forma rápida e segura aos cidadãos que a procuram para resolver suas pendências”, enfatiza o presidente da Câmara Municipal.

“Destaco aqui essa brilhante iniciativa que a Câmara Municipal de Caçador promove mais uma vez, um merecido reconhecimento para a nossa história. E aproveito para dizer que a história da justiça do Trabalho em Caçador se confunde com a do Dr. Etelvino Baron, não somente pelo trabalho desempenhado, mas por ser imbuído desse espírito caçadorense de se fazer presente em nossa comunidade”, afirma o vice-prefeito de Caçador, Alencar Mendes.

“A Justiça do Trabalho tem a missão de promover a paz social e em nome do TRT da 12º Região, agradeço ao povo de Caçador por trazer a Vara do Trabalho para cá e ao Dr. Etelvino Baron que aqui chegou e foi cativado a ficar”, frisa o Dr. Ernesto Manzi.

Para realizar o resgate histórico levantaram-se fatos através de atas, processos, leis, entre outros documentos oficiais; além, de trazer à tona a memória de personagens indispensáveis para a construção dessa história, através de depoimentos. Magistrados, advogados, juízes classistas e servidores da atual Vara do Trabalho relataram algumas das principais melhorias obtidas nas últimas décadas e a identificação de desafios a fim de garantir os direitos fundamentais para prestar um serviço de qualidade à sociedade caçadorense.

“Sempre penso que quem tem melhores condições de julgar os juízes são os advogados, e ao ver os elogios ao Dr. Etelvino Baron, vejo que está recebendo elogios, ou seja, sendo muito bem julgado”, destacou o Dr. Victório Ledra.

“Nessas quatro décadas, quantos processos, quantas partes envolvidas, quantas audiências, quantos depoimentos, quantos acordos, quantos julgamentos. Porém, toda essa evolução não faz sentido se a legislação, senhores vereadores, e toda a estrutura e aparatos tecnológicos deixarem de considerar a razão de ser de tudo isso: o ser humano! O ser humano cujo trabalho é uma das formas fundamentais de objetivação de seu espírito.  A Justiça, tão difícil de definir, somente se alcança quando cumprirmos um dos preceitos fundamentais do direito: “dar a cada um o que é seu”. Tenho convicção de que desacertos foram cometidos, todavia, também tenho certeza absoluta de que sempre se buscou fazer Justiça”, elucida Dr. Etelvino Baron, juiz titular da Vara do Trabalho de Caçador.

“Todo esse tempo dedicado ao bem comum, com a missão de servir à sociedade, seja pelo zelo ao Poder Judiciário, seja pela melhor resolução de conflitos em busca da tão desejada paz social, credenciou a concessão dessa homenagem, aprovada por unanimidade pelos senhores vereadores, com o intuito de valorizar e externar o reconhecimento à tão renomada instituição”, destaca o vereador Moacir D´Agostini, em seu discurso representando todos os parlamentares.

Também prestigiaram a sessão Dr. Imar Rocha, ex-prefeito de Caçador; Valmor de Paula, ex-vereador; Neoberto Balestrin, cidadão honorário de Caçador; Graziela Bender, secretária de Assistência Social e Habitação; Dra. Lívia Frâncio Cobalchini, juíza da Vara da Família, Infância, Juventude, Idoso, Órfãos e Sucessões; 1º Tenente Clayton Fishcer, representando o comandante da Polícia Militar de Caçador, tenente-coronel Renato Leandro de Medeiros; Moacir Salamoni, presidente da ACIC e o presidente da Câmara Mirim de Caçador, João Vitor Ribeiro. Além dos vereadores Adriano Pares, Cleony Figur, Jair Fernandes, Moacir D’Agostini, Paulo Jarschel e Ricardo Barbosa, advogados, ex-juízes classistas, servidores da Vara do Trabalho, entre outras autoridades e comunidade em geral.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar